Apresentação do Programa de Formação-ação Dinamizar que envolverá 40 empresas da região

Apoio ao desenvolvimento de competências para o "saber-fazer" e reforço da competitividade das empresas avança com a ACIB.

A ACIB promoveu no dia 21 junho de 2017, no seu salão nobre, a sessão de apresentação do Programa de Formação Ação Dinamizar 2017-2018.

Trata-se de um programa gerido pela CCP - Confederação do Comércio e Serviços de Portugal que visa promover a competitividade das empresas, dando-lhes os mecanismos necessários para o seu desenvolvimento interno e consequente o crescimento no mercado.

Nesta edição 2017-2018, a ACIB implementará o Programa Dinamizar num conjunto de 40 empresas da região, na área da qualidade segundo a DNP TS 4546 2015.

Objetiva-se implementar um sistema de reconhecimento da qualidade, que proporcione às PME dos sectores do comércio e dos serviços, uma poderosa ferramenta de trabalho, potenciando o aumento das qualificações dos recursos humanos e o reforço da competitividade das PME oferecendo uma solução à medida, de forma a desenvolver competências para o "saber fazer" e orientada para a obtenção de resultados.

A sessão de apresentação contou com a presença de Ilda Trilho, Coordenadora Institucional da ACIB, e Sandra Pina, interlocutora do Programa Dinamizar da CCP.

Na abertura, Ilda Trilho, depois de saudar e agradecer a disponibilidade dos empresários presentes e de Sandra Pina em representação da CCP, apresentou os objetivos gerais do projeto, realçando a importância dos programas de formação ação que para a ACIB têm sido estratégicos desde 1997, apontando alguns números para alicerçar a confiança. Nomeadamente, a ACIB intervencionou até à data 600 empresas, envolvendo mais de 16.000 trabalhadores e empresários.

Neste caso concreto do Programa de Formação-ação Dinamizar, Ilda Trilho referiu que se trata de um programa constituído por ações de consultoria e de formação ajustadas a micro, e pequenas e médias empresas, que envolverá 40 empresas. O objetivo do Programa Dinamizar é promover a competitividade das empresas, com a implementação da DNP TS 4546 2015, poderosa ferramenta para a definição estratégica da empresa e a obrigatoriedade de cada PME fazer a sua definição e métrica de objetivos anuais, pensar a organização e implementar a melhoria contínua. É um projeto orientado para as empresas do comércio e serviços que irá permitir com ações de formação e de consultoria, o reconhecimento da qualidade do serviço (pr DNP 4546), para reconhecimento externo.

Sandra Pina iniciou a sua intervenção agradecendo o excelente contributo da ACIB neste programa, a qual apresentou a sua candidatura à CCP. Realçou que o principal objetivo da participação neste programa é o alcance de resultados e a ação que lhe é exigida.

Nesta sessão de apresentação, Sandra Pina, reforçou que este programa não existia se não existissem empresas comprometidas. Trata-se de um programa com incentivo não reembolsável de 90%, sendo o único projeto de incentivo do FSE para as empresas, que as empresas reconhecem e valorizam a importância do mesmo.

Abordou o relacionamento institucional, as regras, e objetivos para que a União Europeia consiga que Portugal atinja os objetivos. A nível hierárquico, no topo está a Agência de Desenvolvimento e Coesão, de seguida a Autoridade de Gestão Compete 2020; depois a CCP Organismo Intermédio; as Entidades Promotoras (como é o caso da ACIB) e as Micro, Pequenas e Médias Empresas. Neste contexto, a CCP tem como função analisar e aprovar as candidaturas apresentadas e fazer a gestão e acompanhamento do projeto.

A interlocutora do Programa Dinamizar pela CCP referiu ainda que o projeto compreende dois objetivos principais: um deles visa intensificar a formação dos empresários; um segundo objetivo visa a qualificação dos seus trabalhadores em temáticas que cada um destes empresários decidiu serem mais relevantes. Ao nível dos projetos conjuntos há 3 etapas que fazem parte de um todo. Há um momento zero que condiciona tudo o seguinte, que é o compromisso que uma empresa faz. Existe uma fase de diagnóstico e definição do plano de ação, e depois existe a fase de implementação do plano de ação com o desenvolvimento, implementação de um conjunto de medidas que vão decorrer através da formação teórica e também através da ação na própria empresa. Há que adquirir conhecimentos em contexto de formação em sala e depois passar à ação através da consultoria em contexto das organizações. Por fim, procede-se à avaliação do desempenho, com a medição dos resultados e melhorias implementadas espelhados num relatório final onde é feita a avaliação qualitativa e quantitativa dos resultados.

Existe ainda a fase de Autoavaliação que será opcional e só se aplicará às empresas que pretendam formalizar o processo de candidatura ao Sistema de Reconhecimento de Qualidade do Serviço. Esta fase envolverá pelo menos duas autoavaliações, sendo que a última não poderá ter sido efetuada há mais de 3 meses, à data da entrega da referida candidatura.

As auto-avaliações, para além de incluírem as fichas de pontuação justificadamente preenchidas, deverão indicar todas as fundamentações e observações pertinentes, bem como os pontos fortes e fracos e áreas de melhoria prioritárias e outra informação considerada relevante.

Depois do momento de debate, onde foram prestados todos os esclarecimentos pela CCP e pela ACIB sobre a operacionalização do programa nas empresas, a Coordenadora Institucional da ACIB encerrou a sessão enfatizando o empenho das equipas técnicas da ACIB no tratamento individual de cada empresa envolvida neste projeto, tratando-se de um programa reconhecido como a melhor solução para ajudar as empresas a evoluir, a modernizar-se e a corrigirem os seus problemas de competitividade.

A ACIB deu assim início a mais um programa de formação-ação que vai auxiliar ao sucesso futuro das empresas da área do comércio e serviços do Vale do Cávado.


> Mais Informação sobre o Programa

> Pré-inscrição no Programa



Anexos:



SEDE ACIB


Largo Dr. Martins Lima, 10
4750-318 Barcelos

CONTACTOS


Tel: 253 821 935
Fax: 253 821 860
acib@acibarcelos.pt
acib@acib.eu
Copyright 2017, ACIB - Associação Comercial e Industrial de Barcelos